Você provavelmente já teve dúvidas sobre quando usar a compressa quente ou fria. O gelo diminui o fluxo sanguíneo da região, ajuda a desinchar e tem efeito analgésico que se inicia após 5 minutos de uso. Já a água quente promove a dilatação dos vasos sanguíneos e diminui a tensão muscular, promovendo relaxamento. Quem pratica atividades físicas costuma recorrer ao tratamento para amenizar lesões, pancadas ou dores musculares. O tratamento com bolsas de água quente ou fria é muito popular e eficiente, mas é preciso saber quando usar cada tipo de compressa. Confira abaixo quando usar cada um:

compressa-quente-ou-fria

Compressa Fria

Deve ser utilizada quando sofrer uma lesão inflamada, pancada, crises de tendinite e até se sentir dor de dente. As compressas de gelo são excelentes para aliviar a dor após uma pancada, como pode acontecer durante um jogo de futebol, por exemplo, mas deve-se evitar seu uso nas costas, no peito e na barriga. A baixa temperatura contrai os vasos sanguíneos, diminui a circulação de sangue e a percepção de dor.

Compressa Quente

As compressas feitas com água morna são ótimas para aliviar a dor muscular pós-treino, torcicolo, dor nas costas, dor de cabeça, cólica menstrual e é especialmente indicada para colocar nas costas ou no peito, embora possa ser colocada em qualquer região do corpo, desde que não esteja com febre, para não aumentar a temperatura. O calor vai agir da seguinte forma: aumentará o fluxo sanguíneo na região da dor, ajudando a musculatura relaxar e se recuperar. Isso vai aliviar o incômodo!

Importante: Seja na compressa quente ou fria, sempre utilize um pano ou toalha entre a pele e a compressa para evitar queimaduras. Se mesmo ao utilizar o gelo ou a água quente a dor não diminuir ou até mesmo se intensificar deve-se ir ao médico para que sejam realizados exames que possam identificar a causa da dor, que pode ser uma fratura, por exemplo. 

Comentários

Comentários