Com temperaturas mais baixas, o inverno faz muita gente trocar os exercícios físicos por uma cama quentinha. Para os que praticam atividades indoor, a maior dificuldade é a disposição para levantar da cama ou ainda resistir a tentação de furar o treino. Para os que praticam atividades ao ar livre, os obstáculos podem parecer desestimulantes, mas existem diversos benefícios em treinar no inverno. Confira:

Benefícios da prática de exercícios no inverno:

  • No inverno, o corpo precisa consumir mais calorias para manter sua temperatura próxima ao ideal. O metabolismo acelera e o gasto calórico é maior. Consequentemente, os resultados no inverno geralmente são melhores.
  • Com a queda de temperatura, gripes e resfriados se tornam mais comuns. Praticando exercícios físicos no inverno, você evita essas doenças, já que o seu sistema imunológico estará fortalecido graças aos exercícios.
  • Os parques, praças, ciclovias e academias costumam ficar mais vazias no inverno. Que tal usar a preguiça alheia a seu favor? Se você mora numa cidade grande, sabe que encontrar esses lugares vazios pode ser um grande incentivo para praticar exercícios.

LEIA TAMBÉM:
Conheça 8 parques de São Paulo

  • O verão no Brasil pode ser muito intenso, com altas temperaturas e índices de exposição solar elevados, o que acaba tornando os treinos mais desgastantes. No inverno, temos a situação contrária: com as temperaturas mais baixas, o treino se torna mais agradável.
  • No inverno, é comum ter aquela vontade de ficar em casa debaixo das cobertas. Para melhorar esse cenário, uma boa dose de endorfina é mais do que recomendado. O corpo libera endorfina de 24 a 48 horas após o treino, então se você treina regularmente, também contará com benefícios como bem-estar, bom humor, disposição e diminuição do stress.

Mas para aproveitar ao máximo seu treino e melhorar seu rendimento, é importante tomar alguns cuidados para evitar contratempos ou lesões. Confira:

Dicas para treinar no inverno

  • Alimentação

No frio, o corpo trabalha mais para manter a temperatura. Por isso, é preciso fazer a reposição calórica com alimentação adequada. Na estação, a ingestão de carboidratos deve ser redobrada, mas nada de se acabar nos doces e carboidratos simples. Escolha carboidratos complexos como cereais, tubérculos, raízes, leguminosas e hortaliças. Para massas, escolha sempre a versão integral.

LEIA TAMBÉM:
8 alimentos para praticantes de Endurance

  • Aquecimento

No inverno o aquecimento antes das atividades físicas é de extrema importância. O frio gera um estresse físico maior no corpo, que aumenta o risco de distensão de músculos e tendões por causa do encurtamento e do enrijecimento muscular. O aquecimento deve ser feito inicialmente em intensidade mais baixa, sem pressa, estimulando os músculos aos poucos. Para inciantes indicamos uma caminhada lenta, e para atletas avançados, uma boa opção de aquecimento é o trote lento.

  • Hidratação

É normal sentir menos sede com as temperaturas mais baixas, mas é preciso manter a hidratação independentemente de termos ou não vontade de beber água. O consumo de bebidas isotônicas também é recomendado, de acordo com a duração e intensidade dos seus treinos

LEIA TAMBÉM:
Água ou isotônico? Saiba qual escolher.

  • Roupas adequadas

É essencial proteger o corpo das temperaturas mais baixas. Importante proteger as mãos, pés e cabeça, além de se vestir em camadas. No início do treino é recomendado o uso de agasalho específico (existem diversos modelos em lojas de esportes), que pode ou não ser tirado ao longo do exercício. Escolha tecidos sintéticos como polipropileno, nylon e “dry-fit”, que favorecem a evaporação do suor. Trocar as roupas logo após o treino é fundamental, pois é nesse momento que o corpo entra em processo de resfriamento.

  • Tenha companhia

Ter horário marcado com outras pessoas é uma boa tática para treinar no inverno. É uma tática simples, que aumenta seu compromisso com os exercícios. Para os que praticam corrida ou ciclismo existem grupos que se organizam para treinos outdoor. Se você ainda não conhece um em sua cidade, uma rápida pesquisa nas redes sociais pode solucionar seus problemas e dar aquela motivação extra para os treinos.

Comentários

Comentários