Para que serve? Quando devo tomar? Quais são principais características? Essas e outras dúvidas você esclarece aqui!

Já falamos nesse outro post tudo sobre o Whey Protein. Sua origem, benefícios, e recomendações de consumo. Mas é muito comum ouvirmos falar dos diferentes tipos de Whey: concentrado, isolado, hidrolisado, blend de proteínas… Afinal, você sabe quais são as principais características e diferenças entre cada um deles? Já falamos aqui sobre o Whey Protein Concentrado, e hoje é a vez do Whey Protein Isolado!

Um resumo sobre o Whey Protein

Relembrando o que já falamos, o Whey Protein é um produto extraído durante o processo de fabricação do queijo, que durante muitos anos era descartado pela indústria de alimentos, até que descobriram o seu real valor. Até chegar no formato em pó que conhecemos, ele passa por processos de filtragem que buscam remover os constituintes não proteicos. A partir daí resultam os diferentes tipos de Whey Protein que conhecemos.

O Whey Protein Isolado

O Whey Protein Isolado apresenta uma alta concentração de proteínas, geralmente algo em torno de 90% a 96%. Isso ocorre por causa dos processos de filtragem pelos quais o soro do leite passa até chegar no produto final, buscando isolar ao máximo os componentes proteicos dos demais constituintes. O resultado disso é um produto de elevada pureza, que muitas vezes chega a atingir níveis zero (ou muito baixos) de gorduras, lactose e carboidratos.

Por conta dessas características, o Whey Protein Isolado acaba sendo considerado o suplemento proteico de melhor qualidade, principalmente quando o objetivo é a queima de gorduras, definição muscular e emagrecimento. Também é um produto muito indicado para quem possui alguma intolerância à lactose ou problemas de digestão. Isso porque a gordura muitas vezes atrapalha a absorção dos outros ingredientes, e como o Whey Protein Isolado é praticamente livre de gorduras, a digestão é facilitada.

O Whey Protein Isolado é um suplemento que apresenta um ótimo perfil de aminoácidos, e alguns deles compõem os famosos BCAA’s, que são os aminoácidos de cadeia ramificada. Essa característica, somada à rápida absorção proporcionada pelo whey, fazem com que o Whey Protein Isolado tenha um excelente valor biológico, que é a escala popularmente adotada para classificar a qualidade de uma proteína.

Como o processo de filtragem utilizado na obtenção do Whey Protein Isolado é mais avançado, esse suplemento geralmente terá um preço mais alto do que o Whey Protein Concentrado. Mas dependendo dos objetivos do atleta, essa diferença de preço se justifica.

Quando, como e quanto consumir?

Por ser uma proteína de rápida absorção, o horário mais indicado para o consumo do Whey Protein Isolado é imediatamente após o exercício. É nesse período que o seu corpo irá utilizar de maneira eficiente os nutrientes disponíveis no organismo para recuperar e construir a musculatura, e o componente principal para esse processo é justamente a proteína. Para isso, basta misturar todo o conteúdo de um sachê DUX com água!

Se você é um atleta comum, uma dose do Whey Protein DUX com 24g de proteínas é mais do que suficiente, já que o nosso organismo não metaboliza muito mais do que isso. No entanto, sempre é importante lembrar que cada organismo é diferente do outro, e que por isso é fundamental se consultar com um nutricionista para saber quais são as suas necessidades.

Bons treinos!

Comentários

Comentários